Ecoturismo: Conheça o Jalapão.

Curta este passeio pelo Jalapão

Viagem ao Jalapão
202

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Ecoturismo: Conheça o Jalapão.

Uma das preciosidades da região é o potencial humano.
A cultura e os hábitos surgiram ao longo dos tempos sem qualquer influência externa. O povoado de Mumbuca, remanescente de quilombo, aproveita os benefícios gratuitos da natureza.

Para seu sustento, homens trabalham na roça ou pescam e as mulheres trançam chapéus, cestas e bolsas.

Neste lugar a presença humana é limitada, aos pequenos povoados que fica restrita a cultura. O exemplo é a comunidade Mumbuca, em mateiros, eles procuram manter seus costumes.

A ação do tempo criou este cenário único no Brasil. Um mundo ainda desconhecido, formado por dunas exuberantes, chapadões míticos, cachoeiras furiosas, planaltos, savanas e trilhas empoeiradas. É aqui que o cerrado revela seu lado surpreendente a espera dos que querem desvendá-lo. O Jalapão é uma das poucas paisagens nacionais que ainda se conservam imunes ao avanço da civilização.

O clima se define muito bem em duas estações a “chuvosa” (entre outubro e abril), e a “seca” (entre maio e setembro), típico clima tropical-continental.

É uma região conhecida por suas águas borbulhantes, chamadas de “fervedouro” pela população local, que é um lago de areia branca, de onde brota um lençol freático, uma nascente, que faz a água borbulhar. Muito proveitoso mergulhar nessas águas.
Esta região está também entre os rios: Sono, Balsas, Novo, Galhão, Prata, Soninho, Vermelho, Ponte Alta, Come Assado, Frito Gordo e Caracol.

A febre na região é o rafting no Rio Novo. Muitas pessoas fazem a viagem pelo rio em três ou cinco dias, com acampamentos e muitos banhos de rio nas cachoeiras, ou corredeiras. As cachoeiras da Velha e da Formiga são belíssimas.

Outra grande atividade da região é pular da Ponte Alta do Tocantins – no Rio Ponte Alta – é uma prática bem espalhada na cidade. Outro passatempo é atravessar este mesmo rio à pé, carregando uma barra de ferro pesada para afundar mais depressa.

Fora que a vista é maravilhosa, com as chapadas imponentes, formações de relevo curiosas, que são desgastadas pelo vento minuto após minuto e sedimentam suas areias no solo local. Daí vem o deserto do Jalapão.

 

Get real time updates directly on you device, subscribe now.